Duas das maiores preocupações estéticas do público feminino podem ser amenizadas por meio da alimentação correta e mudanças no estilo de vida. A celulite e as estrias também podem afetar os homens, mas são muito mais comuns nas mulheres e afetam, principalmente, as coxas, as nádegas e o abdome. As estrias também são mais frequentes nessas áreas, mas podem se estender para os braços, o dorso e os seios.

A celulite causa ondulações que deixam a pele da região afetada com aspecto de casca de laranja – áspera e com alguns “furinhos”. Essa alteração ocorre por uma combinação de fatores, sendo os principais: aumento do tecido gorduroso da pele, retenção de líquidos, acúmulo de toxinas que não são drenadas corretamente pelo corpo e áreas de fibrose que podem formar inclusive nódulos. Portanto, o surgimento da celulite pode estar relacionado com a alimentação rica em gorduras, carboidratos e pouca ingestão de líquidos. O sedentarismo acaba por prejudicar ainda mais a tendência à formação da celulite.

As estrias são percebidas como “riscos” brancos, castanhos ou avermelhados com superfície fina semelhante a uma cicatriz. Em geral, as estrias surgem após um grande estiramento da pele, seja por aumento da altura ou da largura dos quadris durante o desenvolvimento na adolescência, seja na barriga de mulheres grávidas ou no braço de homens que ganham massa muscular muito rapidamente. Algumas doenças também podem predispor o aparecimento das estrias. Provavelmente, as estrias se formam por alterações nas fibras elásticas e de colágeno, além de fibrose. Entendendo os motivos que favorecem o surgimento das estrias, podemos dizer que a alimentação também pode influenciar no seu desenvolvimento.

A exposição a situações de estresse, tabagismo, aumento de peso, sedentarismo, consumo excessivo de sal e álcool pode agravar tanto a celulite quanto a predisposição às estrias. Uma dieta balanceada, com menor consumo de comidas gordurosas, fast food, sal, doces e bebidas alcoólicas pode ser vantajosa para a saúde e para a qualidade da pele, que sofrerá menos chance de ter celulite e estrias. Da mesma forma, praticar atividades físicas e beber bastante água também podem ajudar a prevenir esses problemas.

Há muitos recursos estéticos capazes auxiliar no tratamento das estrias e celulites. Laser, peelings, subincisão e microagulhamento podem tratar estrias, enquanto a radiofrequência, endermoterapia, ultrassom e alguns tipos de massagem podem amenizar a celulite. É importante lembrar que, para alcançarem algum resultado, esses procedimentos precisam estar combinados com boa alimentação e exercícios físicos, sempre orientados e realizados por profissionais qualificados.  

A pessoa que deseja tratar, especialmente, a celulite precisa estar decidida e comprometida. Afinal, mudanças de hábito exigem bastante esforço e determinação.

O médico dermatologista pode auxiliá-la quanto à prevenção e tratamento da celulite e das estrias, não deixe de consultá-lo.

Fonte: SBDRJ