O que a menopausa é capaz de fazer com a pele?

O ciclo menstrual e seus hormônios interferem na vida das mulheres por muito tempo. A pele não fica de fora. Um dos problemas mais comuns é o aparecimento de espinhas (acne). Porém, o que muitas pessoas não sabem é que a menopausa também tem efeitos sobre a pele. Veja quais são esses impactos.

Drug Delivery: a técnica que promete potencializar os tratamentos estéticos

O drug delivery é uma técnica que facilita a entrega de moléculas terapêuticas nos pontos da pele que estão sendo tratados, seja no rosto ou no corpo. Funciona assim: normalmente, produtos de uso tópico (aplicados superficialmente na pele) não conseguem atingir as camadas mais profundas porque nossa epiderme age como uma barreira, impondo um certo limite.

Saiba mais sobre a esporotricose

A esporotricose é uma micose causada por um fungo que transmite doenças especialmente nas regiões de clima tropical e subtropical. Este fungo é da espécie Sporothrix spp e está presente no solo, na palha, nos vegetais, espinhos e madeira.

O clima seco do outono pede cuidados específicos com a pele

Quando o verão vai embora, o outono traz consigo um clima frio e seco, com chuvas e ventos fortes. Nós sentimos na pele os efeitos dessa mudança. A boa notícia é que há alguns tratamentos para garantir que a cútis continue bem cuidada apesar da estação. Saiba quais são eles

Acantose Nigricans pode indicar diversos tipos de doenças

Manchas escuras na pele, com textura grossa e avelulada, podem ser ocasionadas pelo excesso de açúcar no corpo e são chamadas de Acantose Nigricans. Apesar de não ser considerada uma doença, pode ser manifestações de outras possíveis doenças sérias, como o diabetes.

Melasma: é possível tratar

Melasma são manchas que surgem mais frequentemente na pele do rosto, mas também podem atingir braços, colo e pescoço. Não têm uma única causa específica, acredita-se que estão relacionadas, principalmente, à exposição solar.

Por que visitar o dermatologista?

Sempre que pensamos em fazer um check-up ou simplesmente em incluir visitas médicas em nossa rotina, pensamos no dentista, no ginecologista ou no clínico geral, mas frequentemente esquecemos do dermatologista.