Doenças de pele no inverno: saiba como evitá-las

No inverno a pele fica mais ressecada porque transpiramos menos (e secretamos menos óleo na superfície da pele), e porque temos o costume de tomar banhos quentes demorados, que reduzem a hidratação natural e, consequentemente, a camada protetora da pele.

Unha encravada: o que é e como prevenir?

Quando a unha entra na pele do dedo, geralmente na borda lateral, e acontece uma inflamação – a este processo chamamos de “unha encravada” ou “onicocriptose”. São mais comuns nas unhas dos pés e pode acometer qualquer dedo.

Acne é mesmo coisa de adolescente?

A acne é uma doença inflamatória que provoca espinhas e, em alguns casos, até manchas e cicatrizes. Embora seja muito comum na adolescência, problemas com acne também podem atingir mulheres adultas. O problema pode começar nesta fase da vida, ou ser um quadro que persiste desde a adolescência, que é o mais comum.

Você sabe qual é seu tipo de pele?

O primeiro passo para cuidar da sua pele de forma adequada é descobrir qual é o seu tipo. Normal, seca, oleosa ou mista são as categorias em que ela pode se enquadrar.

Conheça as causas e sintomas da urticária

Urticária são irritações avermelhadas e levemente inchadas, acompanhadas de bastante coceira na pele. Essas lesões podem aparecer em qualquer parte do corpo, sendo pequenas, isoladas ou juntas e em grande quantidade, formando placas avermelhadas e disformes.

Alimentação influencia na aparência de celulite e estria

Duas das maiores preocupações estéticas do público feminino podem ser amenizadas por meio da alimentação correta e mudanças no estilo de vida. A celulite e as estrias também podem afetar os homens, mas são muito mais comuns nas mulheres e afetam, principalmente, as coxas, as nádegas e o abdome.

Queloide ou cicatriz hipertrófica?

Depois de um corte, um machucado ou queimadura, a reação da pele é formar um novo tecido para curar a ferida. O problema é que nem sempre a cicatriz que fica é lisinha, fininha e discreta. Em alguns casos, por genética ou mesmo por outros fatores, a pele sofre alterações que podem originar em cicatrizes hipertróficas ou queloides.

Herpes labial: o que fazer para tratá-lo?

O herpes labial é causado por um herpesvírus chamado herpes simplex tipo1. É uma infecção viral comum, transmitida pelo contato direto na infância e adolescência, para a qual grande parte da população adulta já adquiriu imunidade, obtendo resistência ao vírus para toda a vida.